Indústria 4.0

 

 

Uma revolução está em curso para levar a produção industrial e a sociedade a novos níveis de qualidade, eficiência e adequação ao consumidor. A chamada 4ª Revolução Industrial (ou Indústria 4.0) já é realidade e tem sua tecnologia disponível no Brasil, por exemplo, em produtos de medição e registro de dados.

O novo marco resulta da soma de tecnologias e conceitos como a “Internet das Coisas”, objetos inteligentes interconectados, análises massivas de dados (Big Data), fabricação flexível segundo a demanda do consumidor, nano e biotecnologias, dados em nuvem (clouds), impessão 3D, entre outros. 

Segundo especialistas, a implantação deste conjunto tecnológico na indústria tem sua importância comparada às mudanças que construíram o mundo moderno e começaram com as máquinas a vapor no século XIX, a eletricidade no século XX ou a eletrônica no passado mais recente. 

A Indústria 4.0 tem como princípio a mensuração de indicadores sobre todas as etapas dos processos produtivos, bem como sobre as preferências e tendências do consumidor. 

Em uma fábrica totalmente interconectada via wireless, este “Big Data” é utilizado para definir alterações nos produtos e reorganização inteligente de todas as etapas anteriores (matéria prima, mão de obra, ajuste de máquinas, etc) e posteriores (comercial, logística, marketing, etc) da produção. 

Deixe uma resposta